INFORMAÇÕES > Transporte de Animais

Existem regras internacionais para o transporte de animais vivos. E cada país possui sua própria regulamentação para esse tipo de transporte, por isso é necessário obter todos os dados sobre os documentos necessários junto ao Consulado do país de destino e a companhia aérea.

Normalmente, para embarcar, há dois caminhos: no check in da companhia aérea, se o peso do cão somado ao da caixa de transporte não ultrapassar 15 quilos, ou pelo Terminal de Carga da empresa, se o peso estiver acima desse limite.

Para animais despachados no check in, o proprietário pagará seu peso como excesso de bagagem. Aqueles despachados no Terminal de Cargas deverão ser cobrados por peso ou cubagem.

No Brasil, de acordo com o Decreto no 24.548 de 03.07.34, é obrigatório que o passageiro apresente, por ocasião do embarque, a seguinte documentação:

CÃES E GATOS:
– Atestado de Sanidade expedido por Médico Veterinário até três dias antes da data do embarque;
– Atestado de Vacinação anti-rábica atualizado (até um ano antes da data de embarque) para animais com mais de 04 meses de idade;

ANIMAIS SILVESTRES NACIONAIS
– Autorização do IBAMA/DF;
– Atestado de Sanidade expedido por Médico Veterinário até três dias antes da data do embarque;
– Guia de Trânsito Animal (essa guia somente será emitida por Posto de Vigilância Agropecuária – PVA, quando da apresentação dos documentos citados acima).

ANIMAIS SILVESTRES ESTRANGEIROS (EXÓTICOS)
– Autorização do IBAMA/DF;
– Guia de Trânsito Animal (essa guia somente será emitida por Posto de Vigilância Agropecuária – PVA, quando da apresentação da autorização citada acima).

< Voltar